Alunos e professores da Escola Pamáali participam de Evento Religioso na Comunidade Mauá Cachoeira.

Alunos e professores saíram as 13h25mim de sábado da escola Pamáali, de bongo, umas duas horas de viagem subindo para chegarem na comunidade Maúa Cachoeira, para participarem de “Santa Ceia”. Antes de chegarem já estavam participantes das comunidades Aracú Cachoeira, Jandú Cachoeira, Siucy Cachoeira, na chegada foram recebidos pela comunidade local.

Como qualquer encontro importante, nesse não poderia ser diferente, lá vinha o xibé a quinhapira para os visitantes. Depois, foram organizados jogos de futebol, pelo professor da comunidade. Às dezoito e meia: ten!, ten!, ten! tem!, hora de quinhapira!, o jantar dos participantes da santa ceia. Mulheres saem de suas casas com panelas de xibé na cabeça e homens com pratos de quinhapira e, os mais próximos do centro comunitário voltam para pegar bacias de beiju e copos.

Bem cedo, todos precisam se levantar da rede, para tomar banho e participar da hora do mingau no centro comunitário. E logo em seguida, inicia o culto. E assim, a programação vai acontecendo, de acordo com o toque do sino, cada sino para alguma coisa acontecendo no evento.

Os alunos chegaram de volta à escola, umas dez horas da manha na segunda feira.

Os eventos religiosos foram organizados de duas formas: as conferencias, os eventos que reúne grande numero de pessoa, onde as vezes chegam participantes de comunidades distantes, como por exemplo, de outras regiões e de países vizinhos como da Colômbia. E, santa ceias, são evento que reúne no maximo 4 a 5 comunidades mais próximas entre elas.

Esses eventos religiosos são realizados na região desde o final da década de 40. Inicialmente coordenadas pela Sophie Muller. Alguns velhos lembram que a primeira conferencia realizada na região do Icana, aconteceu na comunidade Tunui Cachoeira. Os participantes vinham ate do rio Xie, Cubate e Rio negro.

Raimundo Benjamim- SECD- Pamaali

Anúncios

Sobre Escola Pamaali

A Escola Pamáali é um resultado de construção da Educação Escolar própria pelos povos Baniwa e Coripaco, que iniciou desde meados da década de 90 (reuniões e grandes Encontro de Educação escolar Baniwa e Coripco). Começou a funcionar a partir do ano 2000 com 35 alunos. Hoje a EIBC-Pamáali é uma das referências em Educação escolar indígena na região do Alto Rio Negro.

Publicado em 04/11/2008, em Cultura, Educação, Eventos. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: